sábado, 3 de março de 2012

ALERGIA ALIMENTAR À PROTEÍNA DO LEITE, O QUE FAZER? FOLHA DE BOA VISTA 03/03/2012

ALERGIA ALIMENTAR À PROTEÍNA DO LEITE, O QUE FAZER?
Uma em cada dez crianças, nasce com alergia ao leite de vaca.


foto:google
Leite de vaca, o grande vilão para algumas crianças e adultos.

Denise Rohnelt de Araujo


Resolvi escrever sobre alergia alimentar à proteína do leite, por que tenho recebido muitos pedidos de receitas sem leite e derivados, de mães desesperadas com essa novidade nas suas vidas.

Como sou mãe de um alérgico alimentar, sei bem que ficamos completamente desorientadas com esse diagnóstico, mesmo sendo profissional na área de alimentação, a sensação é de que ficamos burras por alguns instantes.

As alergias alimentares vêm aumentando no mundo, isso pode ser resultado das mudanças de hábitos alimentares, predisposição genética e outras tantas suposições. Mas acontece que não existe nenhum tipo de medicação disponível para amenizar os sintomas, apenas a restrição dietética é a única saída para evitar a manifestação dos sintomas alérgicos.

Pensamos desde sempre que o ser humano depende do leite de vaca e de seus derivados para ter uma boa alimentação e quando percebemos que ele faz mal ao nosso filho, nos perguntamos como é possível alimentar essa criança?

                                              foto google
Além do leite de vaca, os derivados como a manteiga também estão proibidos.

Mas o que é alergia alimentar? É uma resposta anormal do organismo a uma proteína considerada “estranha” ao nosso corpo ou é a reação adversa (anormal) do sistema imunológico (sistema de defesa do organismo) às proteínas dos alimentos.

Cerca de 90% destas hipersensibilidades são causadas por um grupo de oito alimentos:
1-leite de vaca,
2- ovo,
3- soja,
4- trigo,
5- amendoim,
6- castanhas,
7- peixes e ,
8- frutos do mar.

E, ao contrário do que se pode pensar, alimentos como o cacau (chocolate), a carne de porco e os corantes apresentam pouca relação com alergia.



Chocolate só pode o que não contém leite. Geralmente é com 55% de cacau e nada de leite. Fiquem atentas.

Os sintomas das alergias por alimentos são vários e podem acometer diferentes órgãos: sistema gastrintestinal (diarréia, vômitos, sangue nas fezes), pele (urticária, edema de olhos e boca), respiratório (crises agudas de asma) e até o sistema cardiovascular (reações anafiláticas). As reações podem ser imediatas ou tardias.

Muitos destes sintomas são comuns a uma variedade de distúrbios, mas nem tudo o que é desencadeado por um alimento decorre necessariamente de um processo alérgico. Como é o caso das reações tóxicas e das intolerâncias que podem causar distensão abdominal, gases e diarréia.

A intolerância à lactose é o exemplo mais comum: a incapacidade de digerir o açúcar do leite, por falta da enzima.

Intolerância ao leite não é o mesmo que alergia ao leite. A alergia ao leite é provocada por má reação química no organismo, e não por uma deficiência enzimática.

Uma dica é procurar uma nutricionista e explicar o que está acontecendo e planejar uma dieta especifica para não haver perda nutricional com a substituição dos alimentos.

                                         foto google
Guarde essa tabela para nunca esquecer o que é proibido e os nomes que também são leite de vaca. 

Os alimentos que devem ser evitados aos alérgicos ao leite de vaca são:
  • Leite (in natura, condensado, em pó, evaporado, achocolatado,maltado, fermentado);
  • queijo, coalhada, iogurte, creme azedo, creme de leite, chantilly, manteiga, margarina, farinha láctea, chocolate ao leite e salame com leite; aroma ou sabor de queijo, manteiga, leite condensado.
  • O leite de cabra é semelhante ao leite de vaca, portanto não é recomendado o uso desse leite como substituto.
                                             foto denise

Café com leite e chantilly, para os alérgicos e intolerantes ao leite de vaca, nem pensar.
 Fiquem atentas aos outros nomes que aparecem nos rótulos e que são leite: Caseína, caseinato, lactoalbumina, lactoglobulina, lactulose, lactose, proteínas do soro e soro de leite.

As bebidas à base de soja, água, sucos de frutas, vegetais ou bebidas à base de arroz e aveia são ótimos substitutos ao leite de vaca. Devem ser usados na mesma quantidade e substituindo o leite em diversas receitas.


O leite extraído da castanha do Pará é uma alternativa para substituir o leite de vaca no dia a dia e nas receitas.

Espero ter esclarecido um pouco sobre essa alergia e acalmado mais as mães de crianças alérgicas. Deixo vocês com dicas de sites com mais informação, e as receitas de bolo formigueiro e brigadeiro de leite de coco para adoçar mais a vida dos alérgicos ao leite de vaca.

Estou à disposição pelo email e no blog colocarei mais algumas receitas. Até o próximo sábado.

PRATO FEITO

Bolo Formigueiro


















INGREDIENTES:
02 xícaras de açúcar
03 xícaras de farinha de trigo
01 xícara de água fervente ou leite de soja (se não for alérgico)
01 xícara de óleo de girassol
04 ovos
01 colher de sopa de fermento em pó
01 colher de sopa de extrato de baunilha
60gr de confeitos de chocolate

MODO DE FAZER:
Coloque os ovos, o óleo, o açúcar, a água fervendo ou o leite de soja, a baunilha no liquidificador e bata bem até ficar uma mistura homogênea.
Em uma tigela misture a farinha de trigo e o fermento peneirados. Misture os ingredientes secos e os molhados até ficar sem grumos, uma massa lisa. No final colocar os confeitos de chocolate e misturar bem.
Untar uma forma grande retangular com óleo de girassol e enfarinhar.
Levar ao forno pré-aquecido a 200 graus por uma hora. Desenformar ainda quente.


Brigadeiro de leite de coco






INGREDIENTES:
02 vidros de leite de coco (400 ml)
08 colheres de sopa de cacau ou chocolate sem leite em pó
04 colheres de margarina vegetal sem leite (Becel azul)
06 colheres de sopa de açúcar

MODO DE PREPARO:
Junte todos os ingredientes, leve ao fogo até que desgrude do fundo da panela. Cozinhe em fogo baixo, leva um tempo mais engrossa. Deixar esfriar e enrolar com granulado de chocolate.



Panquecas sem leite


Panqueca sem leite com mel. As crianças adoram, ainda mais se você recortar no formato de estrela. Sugestão para o lanche ou café da manhã.
Aqui em casa é no café da manhã dos domingos, tradição.

Panquecas americanas também sem leite, servida com açúcar de confeiteiro e géleia de frutas vermelhas.

INGREDIENTES:

01 ovo
01 xícara de água ou leite de soja
01 xícara de farinha de trigo com fermento
01 colher de sopa de óleo de girassol

MODO DE PREPARO:

Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater por 3 minutos. Deixar descansar a massa por cinco minutos. Assar numa frigideira teflon bem quente, colocar uma concha pequena por vez. Virar a panqueca para corar os dois lados.

Dica: servir com mel, melado, géleia e se quiser que ela seja salgada, colocar uma pitada de sal na massa e rechear com frango, presunto de peru, carne moída ou com o recheio que mais gostar.


A primeira receita do Gabriel. Com dois meses ele só podia se alimentar com "leite" de frango ou rã. Abaixo a receita do caldo de frango que sustentou meu filho até os oito meses de idade.

Mas antes de fazer essa receita para seu filho, procure o médico e peça orientação de como alimentá-lo.

CALDO DE FRANGO - “LEITE” DO GABRIEL


INGREDIENTES:
100gr. Filé de peito de frango limpo
1 lt. Água filtrada

MODO DE FAZER:
Colocar o frango limpo em um litro de água filtrada e cozinhar em fogo baixo, retirando as impurezas do frango quando elas ficarem por cima do caldo. Este caldo deve ser límpido parecendo um consome. Depois de aproximadamente uma hora, esperar esfriar um pouco, liquidificar e espremer num pano para retirar todo o caldo. Completar o litro com mais água fervida. Este caldo pode ser congelado por cinco dias nas mamadeiras ou em uma garrafa plástica e descongelado aos poucos na geladeira.

Acrescentar na mamadeira:

Para cada 100ml de caldo de frango:
  • 1 col.de sobremesa de mucilon de arroz (aproximadamente 8g)
  • 1 col. de chá de óleo de milho, girassol ou azeite (aprox.5g), mas de girassol não tem sabor forte é melhor
  • 1 col. de chá de dextrosol, nidex, frutose ou stévia (5g)


DICAS GOURMET

·  O Restaurante Umai lançou o rodízio de sushi às terças feiras de noite ao preço de R$59,90 por pessoa, mas casal paga R$85,00. Ainda dispõem de Yakisoba de frango, carne ou frutos do mar para viagem no almoço e jantar.

·  Agora na cidade um delivery diferente, o MAMMA MIA PASTA DELIVERY, que só funciona aos sábados e domingos para entrega dos pedidos feitos durante a semana. São seis tipos de massas e seis tipos de molho à escolha. A sugestão é o Mezzo Delizia que são dois tipos de massa + dois tipos de molho que serve bem até quatro pessoas por R$30,00. Encomendas e informações pelo telefone 8102-2906 ou pelo facebook na página do MAMMA MIA.






·  Atenção! Curso de culinária à base de peixes regionais e frutos do mar no SENAC- São Francisco com o chef Ricardo Rohnelt do dia 05 a 09 de março das 18:00 às 22:00h.  Informação: 2121-1901.

·  Para mais informações sobre alergia alimentar, confira os sites: www.alergiaaoleitedevaca.com.br,
www.asbai.org.br da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia e
Instituto Girassol – www.girassolinstituto.org.br.

Um comentário:

Olá!!! Gostaria muito de saber o que você acha do site e espero dicas, sugestões e idéias para ele. Te espero na minha cozinha que está acima da linha do Equador.